Bem vindos ao seu melhor e maior fã site sobre o the weeknd no brasil.

“Eu quero esse álbum inteiro feito em cerca de 10 dias”

Abel Tesfaye, mais conhecido por seu nome artístico The Weeknd, disse a Grainge repetidamente.

Pessoalmente, The Weeknd – autodenominado Starboy, headliner do Super Bowl, usuário de óculos aviadores e salto alto – É no fim das contas um canadense educado que toma seu café com leite de amêndoa. Usando uma jaqueta jeans surrada e um boné branco de caminhoneiro, ele poderia se passar por um estudante universitário em vez de um superastro que acabou de comprar uma casa de US $ 70 milhões em Bel-Air.

É hora do almoço, e a mesa foi transformada em uma festa de ouvir álbuns para o convidado, com pratos de salmão glaceado e salada picada na nossa frente. Tesfaye mal toca seu prato.

Com o seu mais novo álbum, ele está pronto e ele está ansioso para tocar as músicas para Grainge. “Eu realmente quero tirar isso para fora do meu sistema”, diz ele.

Grainge está pronto. Ele aperfeiçoou a arte de ouvir a música de alguém na frente da pessoa. Mais do que simplesmente balançar a cabeça, ele sabe quando se animar (na hora refrão), quando tocar instrumentos imaginários ( durante bateria e solos de teclado) e quando cantarolar a letra. Após a reprodução, ele esbanja elogios ao trabalho, e tudo soa bem genuíno. “Fabuloso! É apenas banhado em melodia. É atemporal. Eu conheço um sucesso, você conhece um sucesso. Essa é uma definição adequada ”, diz ele.“Em 20 anos, você pode gravar uma versão orquestral disso.”

Tesfaye está feliz. Ele quer fazer um “show do tipo Pink Floyd The Wall” em 10 anos. À medida que o almoço prossegue, fica cada vez mais claro por que as estrelas do pop amam Grainge. Como diz uma das letras de Drake, “Bilionários falam comigo de maneira diferente quando veem meu contracheque de Lucian Grainge.” Ele também tem seu nome assinado em canções de Jay-Z e John Legend. “Eu me sinto como um jovem garoto em uma grande empresa que eu sei que realmente se preocupa com o rumo da minha música, embora eu tenha 74 anos”, diz Elton John.

Grainge dá a essas estrelas algo que elas não podem comprar: validação. Ao falar sobre suas canções como arte importante, ele ganha sua confiança. (Bajulação pode parecer óbvio, mas é um sinal de quanto a indústria mudou, o quanto o poder mudou nas últimas décadas). Mais tarde, ele de sugere cautelosamente para que ele mude o final de seu novo single para um refrão duplo terminado em um fade, ao invés de parar abruptamente. Abel achou essa sugestão brilhante.

Escrito publicado por: Helena Fernandes

Tradução: Maurício

XO, TWBR.

17 de setembro